All posts by Gina

GINA Nascida no Rio de Janeiro, já passei pelos Estados de MG, PE, RJ, SP e, atualmente, adotei o Paraná. Minha cozinha tem vários "sotaques", com uma tendência para os doces. Viajar é um dos meus prazeres. Quero compartilhar aqui a cultura e os pratos típicos dos lugares por onde passei. As flores fazem parte da minha vida desde adolescente, quando morava numa casa com um grande jardim. Aqui, as flores entram como um complemento, associadas aos pratos. Sejam bem-vindos ao Naco Zinha Brasil!

Bolo de nozes e damasco – bolos de casamento

Bolo de nozes e damascoO dom de confeitar bolos muito elaborados não herdei da minha mãe. Nunca tive interesse, na verdade, em aprender com ela. Poucos foram os bolos decorados que fiz e já disse que não sou muito fã de coberturas e recheios extremamente doces ou com chantilly.
Não pretendo fazer nenhum bolo de noiva…, serve esse? Como é um bolo de várias etapas, é trabalhoso, mas compensa e merece uma ocasião especial. Continuar lendo

Compartilhar:

Doce de abóbora

Doce de abóboraOutro dia comentava sobre o destino dado à quantidade de abóbora que comprei. Esse foi um dos pratos que fiz, afinal doce de abóbora caseiro é muito bom!
Aliás, antes que se criassem e popularizassem os docinhos de festas, esses eram os doces servidos. Lembro-me dos doces que na minha infância a mãe fazia, como mamão verde ralado, doce de leite talhado, que ficava granuladinho, uma delícia!
Continuar lendo

Compartilhar:

Espetinho nordestino

Espetinho nordestinoEncontrei uma abóbora de cor laranja escura, que só de olhar você sabe que está ótima. Apesar de ter escolhido o menor pedaço, a família é pequena e acabei por fazer 4 receitas com ela. Além dessa, fiz pão, bolo de abóbora com coco e doce de abóbora, mas ficarão para outros posts.
Hoje trago uma opção bem brasileira, o espetinho nordestino, de carne de sol, abóbora e queijo coalho.
Continuar lendo

Compartilhar:

Sopa de tamarindo

Sopa de tamarindoAs sopas no outono começam a ser bem-vindas. Essa sopa de tamarindo foi feita pela minha filha e a base é esse pacotinho contendo sampalok em pó (tamarindo), camarão, entre outros ingredientes, que trouxe das Filipinas.
Ela passou 2 meses lá e viveu uma rica experiência cultural. Quero aproveitar para mostrar pra vocês algumas coisas interessantes da culinária daquele país.
Continuar lendo

Compartilhar: