Tag Archives: decoração de festa infantil

Bolo gelado de coco e pincel-de-estudante

Quando eu tinha 10 anos, meu irmão pediu que eu copiasse o desenho do Mickey, mas não me deu papel fino, daqueles transparentes. Fiquei olhando a figura e descobri que conseguia reproduzir somente olhando-o. E peguei o gosto pelo desenho.
Com o tempo, até me aventurei numas pinturas a óleo, mas delas nada ficou.

 

Esses desenhos são relíquias que guardei. O 1° fiz olhando para a paisagem que via da janela da faculdade. Mas não ficava matando aula pra desenhar, fiz em intervalo de aula… O 2° fiz quando tinha 14 anos. Eram uns quadrinhos publicados no jornal de domingo.
O desenho, aliado às várias técnicas de artesanato aprendidas na escola, acabaram gerando meu interesse em preparar as festinhas infantis dos meus filhos. No início, fazia só a decoração, depois passei a fazer o bolo, salgados e doces.
Como ando muito saudosista e recebi um desafio que fala justamente desses momentos que gostaríamos de lembrar em slow motion, quero mostrar algumas fotos dessas festas e trazer a receita de um bolo gelado que fez muito sucesso naquela época.
O bolo gelado de coco era colocado nas caixas de isopor decoradas. Na festa da Turma da Mônica, a caixa do bolo era a estação de trem; na festa Tudo Rosa, era o regador. Na festa dos Simpsons, era o fliperama; na dos Flinstones, era a caverna e na da Disney, era o MGM Studio’s.
Para fazer o fliperama, fui ao setor de jogos de um shopping, levei papel e lápis e desenhei todos os detalhes, para depois reproduzir.
bolo gelado de coco

Bolo gelado de coco

4 ovos
2 copos de açúcar
2 copos de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 copo de leite
1 1/2 lata de leite condensado
1 1/2 lata de creme de leite
1 1/2 vidro de leite de coco (300ml)
2 pacotes de coco ralado (200g)
papel alumínio para embrulhar

Obs.: A medida do copo é de 300ml.

Preparo:
Bata as claras em neve, acrescente as gemas, uma a uma, o açúcar e bata bem, por aproximadamente 10 minutos. Adicione a farinha, o fermento e, por último, o leite fervente.
Asse em forno a 180°, assadeira grande, 26cm X 43cm, untada e enfarinhada.
Misture leite condensado, creme de leite e leite de coco para banhar as fatias.
Corte o bolo em 35 pedaços. Passe na calda e depois no coco ralado. Embrulhe cada fatia em papel alumínio e coloque na geladeira.
Esse bolo gelado de coco, que já teve sua fase áurea nos anos 1980, continua muito apreciado.

Esse post faz parte do slow motion, última parte, desafio recebido da Mari, da Mary e da Rute.
Na verdade, a associação de bons momentos com a culinária é praticamente imediata e muito agradável. Foi um prazer dividir com vocês esse desafio, em capítulos.

Pincel-de-estudante


Foto: Jota Estrada

A Emilia sonchifolia é comestível, também conhecida como serralha-brava e serralhinha. Descobri no blog da Neide Rigo, nesse post muito criativo e foi isso que me inspirou a lembrar dessa habilidade perdida.
Normalmente faço uma receita que me dá vontade, fotografo e depois vou pensar na planta que combine com ela. Pela terceira vez seguida, a planta desencadeou o processo, até chegar à receita.