Assistindo a um vídeo do Chef Rodrigo Oliveira, do Restaurante Mocotó, de São Paulo, fiquei com vontade de experimentar. A receita dele é com carne seca e empreguei carne de sol.
Fiz outras adaptações, mas o resultado foi muito bom.


Escondidinho de carne de sol:
(4 ramequins médios)

350 g de aipim cozido
80 ml de leite
20 g de manteiga
Pimenta-do-reino branca
Sal a gosto
1 colher (sopa) de manteiga de garrafa
1 dente de alho
190 g de carne de sol dessalgada, cozida e desfiada
1/2 cebola roxa pequena fatiada fino
Salsão (não usei)
Pimenta dedo-de-moça a gosto
Cheiro verde (salsa e cebolinha)
100g de requeijão cremoso (não usei)
20 g de queijo de coalho ralado
4 pimentas-biquinho


Preparo:
Passe o aipim cozido no processador, retirando os talos. Junte o leite aos poucos até obter um purê firme. Finalize com a manteiga, a pimenta-do-reino e o sal.
Numa frigideira, derreta a manteiga de garrafa e refogue o alho moído. A seguir, coloque a carne de sol desfiada e só então ponha a cebola, porque a ideia é que não chegue a murchar, que mantenha a cor e fique levemente crocante. Adicione o salsão (se quiser), a pimenta dedo-de-moça sem as sementes, mexa mais um pouco e desligue o fogo. Agregue o cheiro verde, misturando bem.
Passe o purê de aipim em toda volta do ramequim, em camada não muito grossa. Recheie com a carne de sol, sem encher demais. Sobre ela ponha requeijão (não usei e não fez falta), sem exagero, por causa da cobertura. Passe uma camada de purê de aipim mais generosa, para cobrir bem e ficar compacta. Finalize com queijo coalho ralado, que tem sabor mais delicado do que o parmesão, acertando a borda. No centro, coloque uma pimenta-biquinho, com o bico voltado para dentro.
Forno preaquecido a 210°, mantenha até dourar, aproximadamente 20 minutos. Eles crescem e ficam com uma aparência muito atraente.
Façam esse escondidinho, porque ficou excelente.


Pimenta biquinho

De acordo com a Neide Rigo, do blog Come-se, é classificada como pimenta-doce, assim como os pimentões e as pimentas americana e cambuci. Uma das vantagens sobre as ardidas é que, apesar de todas oferecerem altos teores de betacaroteno (pro-vitamina A) e vitamina C (mais que a laranja, por exemplo), só a biquinho pode ser comida em quantidade suficiente para ser considerada uma boa fonte destes nutrientes.
A produção em escala comercial passou a acontecer a partir de 2004, no município de Campo Florido, pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG).
“Se você plantar a biquinho perto de uma malagueta, por exemplo, no ano seguinte vai encontrar ali a biquinho picante e a malagueta um pouco gordinha”, explica o empresário Nelo Linguanotto, autor do livro Dicionário Gastronômico Pimentas e suas Receitas.
A Capsicum chinense, apesar do “sobrenome” é originária do Brasil.
Fontes:
Come-se
Drashyrley

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pinterest

ATENÇÃO!

Para copiar o post (impressão ou pdf), visualize à esquerda o menu suspenso vertical e clique no ícone da impressora (último).

38 Respostas para “Escondidinho de carne de sol”

  1. Oi sortuda! Você ganhou!!!Me envia seu endereço para que eu possa entregar seu livro karolinemanoel@gmail.com
    Espero que não se importe com o cheirinho de velho dele!kkkk
    Beijosss

  2. Olha só: esse é um dos pratos que eu mais gosto e vou confessar que nunca fiz!! Você com suas receitas irretocáveis me animou!! Próximo fim-de-semana ou dia destes `a noite, quem sabe…Bj, Gina!

  3. Nham, nham! Adoro escondidinho!
    :o)

  4. ai Gina que pecado postar uma receita dessa,

    bjs

  5. Gina, que lindo ficou seu escondidinho, e deve ter ficado muito saboroso.
    Nunca usei carne de sol e nem carne seca, mas este escondidinho esta convidativo vou esperimentar.
    Bjs

  6. Oi Gina, que lindo ficou o seu escondidinho!
    A receita original que eu conheço é igual a esta sua. Com carne de sol, aipim e queijo coalho ralado por cima, realmente divina!
    Vou testar sua receita qualquer dia, meu amor ama carne de sol.
    Bjinhos

  7. Que coisa deliciosa!
    Eu faço sempre com outros ingredientes porque o marido não come carne seca (nem de sol) então nunca tenho em casa!
    Mas fiquei aguada de vontade!!!
    Bjs

  8. Gina,
    Parece delicioso. E essa pimentinha é muito graciosa. Faltou saber se ela é ardida mas, como é classificada como pimenta-doce, imagino que não seja.
    Beijo.

  9. olá Gina, tenho a mais absoluta certeza que o seu escondidinho ficou muito melhor que o original. Teria feito as mesmas mudanças e adaptações. Boa semana

  10. Gina, uma belezura de prato! Que delícia! O recheio q fica "escondidinho" é a surpresa q impressiona.

    Bjokas, Dani :)

  11. Adoro escondidinho. Aqui não há carne seca nem carne de sol, então eu faço sempre com frango ;) Fica super bom!

  12. Gina, dia desses estava tudo arranjado para fazer um escondidinho, mas chegou filho com neto e aí já viu né, não deu tempo…rs!
    Mas não faz mal, ia fazer meio que sem receita, agora já tenho uma excelente!!!
    Ótima semana para você! Bjuss!!!

  13. Uau, Gina, que foto linda :-) Este não é um prato muito fotogênico mas o seu ficou demais! Um dos meus pratos prediletos. Um beijo!

  14. que delicia…
    bj e boa semana

  15. Adorei este escondidinho, belíssima receita!
    Um abraço
    Léia

  16. Aff, que tentação. Adoro escondidinho e esta receita parece mesmo ótima. BJ querida.

  17. ESSE ESCONDIDINHO TÁ MUITO LINDO É DEVE ESTAR DELICIOSO!

  18. Gina, que lindo ficou seu escondidinho, e deve ter ficado muito saboroso.
    Adoro escondidinho e esta receita parece mesmo ótima.
    Um abraço

  19. tesourinho bem escondidinho mesmo!
    Babette, do blog "A Festa de Babette"

  20. Carne de sol…esta agora!

    Pelo que li deve ser salgada e seca ao sol. Deve parecer bacalhau salgado que temos de demolhar, será?

    Não sei porquê mas me fez lembrar os esquimós! :)) Amei o seu escondidinho.

  21. …realmente misturo as côoss =)
    Comecei ler essa receita e logo li Saudade, Vinícius…minha mente deu voltas…
    E tudo levou ao início.
    Ñ sei se pq ñ como carne, havia me esquecido de carne de sol, na Bahia meu tio tinha peças dessa carne, achava tão estranho e engraçado…Infância é isso, né?! :)
    Bateu "saudade"…então li Vinícius e lembrei q meu pai escolheu meu nome por causa desse poeta…
    O início de tudo era a saudade, mas saudade boa, que traz lembranças, sentimentos e pessoas lindas de volta…:}
    Gih…momento nostalgia na sua cozinha…
    Feliz de ter entrado aqui hoje!
    Um bejim,
    da Vinni

  22. Ai, Gina! Vendo tudo isso, fiquei até sem palavras. O tal do escondidinho é um trosso muito bom… vixe! Será que tem quem não goste? Pelamor!

  23. Ai, sai pra comer sexta e adivinha oque pedimos? Escondinho de carne seca! Agora quero fazer em casa. Adorei a ideia das tigelinhas individuais!

    abraço :D

  24. QUE LINDO FICOU AMIGA…
    IMAGINO O SABOR…
    CARNE DE SOL É DIFERENTE DE CARNE SECA?
    BEIJOS…
    OBRIGADA PELO VOTO…

  25. Ai, Gina, este seu escondidinho deve ser supimpa!
    O último que degustei foi no Barra Shopping com Glória, uma delícia!
    Valeu!
    O de carne seca é o que mais me fascina…
    Que inspiração pros próximos dias!
    Ai,meu Deus!
    Bjs
    Roselia

  26. demais, fiquei morrendo de vontade!!
    bjs

  27. Sabe que me deu ate desejo agora !!
    rsrsrsrsrsrsr A Mariah ate ta chutando mais forte !! rsrsrsr
    que delicia!!
    quero ver se faço amanha!!
    beijos
    Ana e Mariah

  28. Gina, eu tive o privilégio de comer o escondidinho do Rodrigo (uepa!!)lá no mocotó, com o rodrigo em pessoa do meu lado contando os seus segredos, e de comer resando. Quando tiver a oportunidade vá ao mocotó, é um delirio. Alem de em conta, a comida é divinal!! Beijão

  29. Karol, agora são 3 os presentes que aguardo do correio, todos de blogueiras. Bom receber presentes, né?

    Marina e Nô, se eu fosse vocês, faria.

    Jéssica, sinto muito por sua dieta, mas faz que nem eu, só 2 potinhos!

    Vice, como dizem agora, fiquei "de cara"…rs! Você nunca usou carne seca?

    Fabiana, uma boa carne seca, com pouquíssima gordura, assemelha-se muito com a carne de sol, mas ambas são ótimas!

    Tatiana, quer uma sugestão: faz uma porção com carne seca pra você e outra com o sabor da preferência do marido.

    Helô, nunca tinha experimentado a biquinho e realmente não é ardida, mas, se você colocar uma porção maior, pode ter uma leve dormência nos lábios…rsrs! Foi o que aconteceu comigo e olhe que tirei as sementes…

    Welse e Dani, bom demais, não?

    Ameixa, esse foi meu primeiro escondidinho. Agora é experimentar com outros srecheios também.

    Rachel, você não vai se arrepender com essa receita.

    Lu, obrigada!

    R.Correia, Léia, Téia, Eliana e Anna, essa receita está totalmente aprovada!

    Babette, agora que o autor, cozinheiro do Mocotó, já divulgou na net, virou "aparecidinho", não mais "escondidinho"…
    Bem-vinda e apareça sempre.

    Rute, já fui lá no seu blog mostrar as diferenças entre as carnes.
    Agora, esquimós também não sei o relação….rsrs!

    Vinni, você també? Que legal! Aprendi mais uma coisinha sobre você.

    Lidi e Richie, esse petisco é um consenso, muito bom.

    Zininha, já estão lá no seu blog as diferenças entre as carnes, ok?

    Rosélia, um bom aipim e uma boa carne seca ou de sol são os segredos desse prato.

    Angela, quando puder, faça.

    Ana, a Mariah também está aí "escondidinha". Logo, logo ela vao mostrar seu rostinho, para alegria da família.

    Carol, parece que o Rodrigo é bem simpático mesmo, não é?

    Beijos a todos!

  30. Oi Gina, primeiro gostaria de agradecer seus coments em meu blog, obrigada pelo carinho!
    Menina, e agora vamos as receitas: que delicia esse esondidinho e o pao com passas…uai, ainda bem que vc deu o modo tradicional de fazer ja que acho que sou a unica criatura nesse mundo que nao tem ainda um MFP…rsss…mas assim que a onda de calor passar vou tentar reproduzir…
    Abraco, tudo de bom!

  31. Gina,

    espero comer muita carne de sol no Brasil, eu adoro escondidinhos e eu sou louca por carne de sol o que simplesmente não há por aqui já que a falta de sol é uma realidade…

    Pena que não vamos poder nos cruzar no Rio.

    Bj,

    C.

  32. Que espetáculo está seu escondidinho!! Deu vontade.
    Aliás, preciso conhecer o famoso Mocotó….
    Bjs

  33. Gina, ficou com a mesma cara do Mocoto. E vc trocou a carne seca por sol e deve ter ficado muito bom.Do Rodrigo fica leve tb, bem macio.Vou jogar seu link no meu post,ok? OBRIGADA,BJ CLAUDIA

  34. Cláudia Rumi, bom que você provou o escondidinho do Rodrigo e sabe como é gostosa essa receita.
    Agradeço pelo link.
    Bjs.

  35. Adorei sua receitinha ficou com uma aparência maravilhosa, adoro!!!

  36. Parece ser delicioso. Escondidinho que temos vontade de encontrar ;)
    Beijinhos
    Ana

Deixe uma Resposta

(requerido)

(requerido)

Você pode usar essas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© 2014 NacoZinha - Blog de culinária, gastronomia e flores - Gina Tema Suffusion personalizado por Gina
Pinterest
Email
Print