Esse pão é de origem alemã. A primeira vez que ouvi falar de chineque tem mais de 20 anos. Foi quando uma amiga paranaense preparou essa delícia e me deu a receita. Foi para o caderno de receitas com o nome dela e agora me aproprio de seu apelido para divulgar pra vocês.

Chineque da Lininha:
4 xícaras (chá) de farinha de trigo
3 gemas
10 g de fermento biológico seco
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de manteiga
1 pitada de sal
1 1/2 xícara (chá) de leite

Recheio:
200 g de coco ralado
180 g de açúcar
150 g de manteiga

Cobertura:
2 xícaras (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de leite (200 ml)

Preparo:
Massa – Misture todos os ingredientes e amasse bem. Se usar a panificadora (mfp), coloque primeiro os líquidos, depois os secos, deixando o fermento por último. Deixe crescer até dobrar de volume.
Recheio – Derreta a manteiga com o açúcar e acrescente o coco, mexendo bem até ficar homogêneo.
Divida a massa em 2 partes. Abra cada parte com o rolo, formando um retângulo, cubra com a metade do recheio e enrole como rocambole. Corte em fatias de 2 cm de espessura e coloque em assadeira untada e enfarinhada, deixando espaço de 2 cm entre elas. Leve ao forno preaquecido a 190° por 20 minutos ou até corar levemente, uma vez que vai voltar ao forno.
Aqueça o leite com o açúcar e derrame sobre os chineques, retornando ao forno mais 5 minutos até secar.
Rende aproximadamente 45.
Obs.: Não coloquei a cobertura porque prefiro tudo menos doce, mas fique à vontade para colocá-la pois é assim que o chiquene é confeccionado.


Tive a grata satisfação de rever essa minha amiga e seu marido recentemente, que nos receberam em sua casa. Pudemos matar a saudade, lembrando e conhecendo momentos marcantes de nossas vidas. Foi um encontro depois de 12 anos!
Olhem que lindo esse exemplar de castanha portuguesa. Não conhecia pessoalmente essa árvore, assim como também não tinha sido “apresentada” ao pé de kiwi (Actinidia deliciosa).
Até nossos cachorros foram a esse encontro, a convite dos anfitriões, pode uma coisa dessas? Pode, porque eles são pessoas muito especiais para mim e para meu marido.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
p5rn7vb
Pinterest

ATENÇÃO!

Para copiar o post (impressão ou pdf), visualize à esquerda o menu suspenso vertical e clique no ícone da impressora (último).

23 Respostas para “Schnecke, quarkschnecke ou chineque”

  1. Adorei esta receita, vou levar e fazer já este fim de semana.
    Bjkas

  2. Gina, de todas as opções, fico também com chineque, que é o único que consigo pronunciar, rs. Esse pão doce parece ser uma delícia, os rolinhos ficaram uma graça. Como boa formiguinha, vou de cobertura, fácil, rs. Beijos!

  3. Aiiiiiiiiiiiiiiii gina eu vou levar a receita comigo… amo pao minha amiga e entao com côco é tudo de bom!!!!

    Beijocas, amo vir visitar o seu cantinho viu???

  4. Conheço essa receita e é das boas mesmo!!Lindas fotos e carinho dos amigos que convidaram até os amigos de focinhos,rsrs beijos,chica

  5. Adoro esses pãezinhos, há tempo que não preparo. Os teus ficaram lindos.
    bjs

  6. Parece um pão doce que vejo na padaria…
    Mas certamente esse é muito mais saboroso, como tudo que é feito em casa !

    Que visita gostosa aos seus amigos ! Gostosa pelo pão e pelo carinho.

    A castanha portuguêsa eu já tinha visto, mas o pé de kowi não conhecia. É lindo !

    Beijo

  7. Os pãezinhos ficaram muito apetitoso, imagino o sabor.
    Bjo

  8. FICARAM EM LINDOS , GOSTEI DO NOME.
    BOM FIM DE SEMANA
    BJS

  9. humm gostei, vou fazer!!

  10. Amiga que coisa boa, parece uma receita que o povo de Minas Gerais chama por Forrobodó, eu amo todo esse coco docinho!Estou anotando aqui para fazer assim que passar a Páscoa, ou quem sabe para o café da tarde do domingo de Páscoa, irei suspirar por ele até lá!!
    Beijinho
    Ne

  11. Isso me lembra as broinhas de côco da minha vó…
    agora da minha mamis…

    delicias de dar água na boca…

    beijos..

  12. Eu conheço esta receita como fatia hungara, fica um perdição de tao gostosa neh?

  13. Que lindos ficaram estes seus pãezinhos de sotaque alemão! Vou levar a receita que me parece deliciosa. Como o marido não aprecia coisas muito doces, vou fazer como os seus, sem cobertura. Obrigada pela partilha. Bjs. Bombom

  14. Gina, vi em seu arquivo o “melhor bolo do mundo” estou louca para degustá-lo no Muller, que vontade de sair correndo agora…e olha como eu comia chineque muitas vezes na minha adolescência hahah muito bom, os seus devem esar maravilhosos só de ver pelas fotos,
    bjs e ótima semana
    Paula

  15. Gina que coincidencia! Fiz essas fatias na Sexta. Metade recheadas com coco e outra com nozes. Usei uma receita húngara, mas muito parecida com esta sua. Sao deliciosas neh!
    Bjs

  16. Também não conhecia o pão chineque. É bonito e concerteza gostoso.
    Lembrei tanto de você nestes últimos dias. O diário de uma bloguista se repetindo mais uma vez, a adrenalina da chegada de participações, a troca de emails entre as organizadoras e ainda tivemos uns stressezinhos de última hora pois decidimos trocar a cor do selinho da 2ªchamada na trave!
    Grande sucesso a BCAP. A diversidade reinou. As pessoas mais uma vez foram originais e não se limitaram ao amor homem-mulher. Fantástico isso. Ajuda outras pessoas a alargarem horizontes.
    Uma vez que você está com tempo curto, faço apenas 1 única sugestão entre as 65 participações: Encantamento pela Paternidade
    É claro que amei todas as participações, mas essa do Lufe me encantou por ser um homem narrando com tanta sensibilidade um momento pelo qual as mulheres são as mulheres que costumam se encantar.
    Beijinhos.
    Vê se se anima para a 2ªfase.
    Rute

  17. Eu conheço como fatias hungaras, que adoro, mas tenho preguiça de fazer rs.
    Ficaram lindos!
    Bjos

  18. Gina, adoro quando vc me apresenta algo de que nunca tinha ouvido falar, como esse pãozinho! Acho que o seu diferencial é justamente essa originalidade!!!!!! Parece ideal para um lanchinho da tarde! Beijos!

  19. Gina essa receita me fez lembrar das faias húngaras, muito interessante esse nome. Ficaram lindas e como sou uma gulosa incorrígivel prefiro com cobertura hehe
    Gostei muito. Adorei o pé de kiwi. Lindos frutos. Bjos

  20. Parece que ficaram ótimos! me diz uma coisa, vc conhece o schnecken com a massa semi-folhada? tô procurando essa receita…

  21. oi uma perginta o leite tem que ser morno ou frio

Deixe uma Resposta

(requerido)

(requerido)

Você pode usar essas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© 2014 NacoZinha - Blog de culinária, gastronomia e flores - Gina Tema Suffusion personalizado por Gina
Pinterest
Email
Print